Esmalte Sintético

Esmalte Sintético, ao contrário da Tinta Acrílica e da Tinta Látex (como explicamos em outro post)é um tipo de tinta que não é solúvel em água, visto que possui o que é chamado de “base a óleo”, material que compunha sua fórmula antigamente. Atualmente são outros produtos sintéticos que compõem a base mais comum para esse tipo de acabamento. As tintas esmalte sintético são especialmente boas para a utilização em superfícies de ferro ou madeira. Assim, janelas de ferro, corrimãos e estruturas metálicas leves terão um acabamento melhor e mais durável se pintados com tinta esmalte. E embora a madeira possa receber vários tipos de acabamentos, portas feitas desse material são tradicionalmente pintadas com esmalte por conta do alto nível de manuseio, visto que o esmalte permite a lavagem dessa superfície com mais facilidade. O acabamento do esmalte sintético possui alto brilho, embora exista a versão fosca. Seu acabamento dá sensação de uma película formada sobre a superfície e, por isso mesmo, não é muito adequada para o uso direto na parede, porque dependendo da aplicação podem surgir bolhas ou descascamento. O custo dessa tinta é mais alto do que o das outras, por conta de seu uso mais específico, e em menores superfícies. A embalagem mais comum é o galão (que contém 3,8 litros do material), enquanto as outras podem ser facilmente encontradas em latas (existem latas com até 18 litros de tinta, e as pequenas, com 900 ml).

Onde pode Ser Usado?

  • Portas de madeira e ferro.
  • Janelas de madeira ou ferro.
  • Chapas de ferro ou aço.
  • Portões de ferro.
  • Mesa de ferro.
  • Compensados de madeira.

Preparação Da Superfície

 

MADEIRA:

esmalte sintetico 2Madeira nova: lixar com lixa para madeira de grana 180/240para eliminar as farpas. Aplicar uma demão de Fundo nivelador diluído conforme indicado pelo fabricante. Corrigir as imperfeições com Massa para Madeira. Após a secagem, usar lixa para madeira de grana 360-400 e eliminar o pó. Repintura de madeira (pintura em boas condições) lixa com lixa grana 360/400 para eliminação total do brilho e eliminar o pó. Após repinturas sucessivas, é necessário remover a camada de tinta com uso de removedor adequado. É importante eliminar completamente os resíduos de removedor antes de iniciar nova pintura.

 
 
METAIS FERROSOS - superfícies novas

esmalte sintetico Eliminar qualquer espécie de brilho, usando lixa para metal de grana 150 a 220 Eliminar a carepa de laminação, se existir. A forma mais fácil é deixar a superfície do aço sob ação do tempo (intempérie) por um período de tempo necessário para que essa carepa se transforme em ferrugem. Remover a ferrugem com lixa para metais de grana 150/220 e, em seguida, eliminar o pó com estopa embebida em aguarrás. Aplicar uma demão de Fundo Anticorrosivo diluído, conforme indicado pelo fabricante.


 

 
METAIS NÃO FERROSOS - alumínio e aço galvanizado

esmalte sintetico 3São superfícies criticas em relação a sua pintura, devido à difícil aderência que os sistemas convencionais de acabamento apresentam e, por isso, é necessário a utilização de um fundo adequado. Superfícies novas: aplicar Fundo Fosfatizante ou um fundo especial promotor de aderência, conforme indicação na embalagem. Repintura: quando a pintura velha está em boas condições, lixar com lixa para metais de grana 360/400 para eliminar qualquer brilho superficial e eliminar o pó. Repintura de superfície com descascamentos: eliminar totalmente a pintura anterior por meio do lixamento com lixa de grana 180/220 e aplicar fundo fosfatizante ou Fundo promotor de Aderência conforme indicação na sua embalagem.

A Castelo das Tintas tem uma grande variedade de Marcas e Cores de Esmalte Sintético Entre em contato e solicite um orçamento ou ligue agora mesmo (62) 3271 - 5090 Siga Nossa Fan Page no Facebook